Decoração, ambientação e cenografia de eventos: qual a diferença entre elas

blog-post-image

Essa dúvida pertence tanto a organizadores de eventos, quanto a clientes, e é preciso que ambos entendam corretamente o que os termos decoração, ambientação e cenografia de eventos significam. Afinal, não raro, acabam sendo usados como sinônimos, o que pode gerar surpresas desagradáveis lá na frente.

 

Para evitar transtornos como esse, nós vamos explicar a seguir o que cada um dos termos significam e o que você deve fazer ou aguardar do seu evento quando eles são utilizados. Vamos lá?



O que é: decoração de eventos?

 

Quando o termo decoração de eventos é utilizado significa que se pode explorar inúmeras possibilidades dentro da organização. Como? A partir da definição de uma linha de trabalho juntamente com o cliente. Com isso, ela estará presente em tudo: dos copos e talheres até as paredes, entrada, etc.

 

Por exemplo, se é uma festa de uma empresa, a identidade desse local precisa estar representada. E assim para todas as temáticas propostas pelo cliente. A decoração engloba esse universo do tema e reflete em toda identidade do evento.



O que é: ambientação de eventos?

 

Ambientação, em linhas gerais, é a experiência dos convidados durante a ocasião. É tudo aquilo que tem a capacidade de gerar emoções e sensações naquelas pessoas reunidas em um determinado local para celebrar algo.

 

Por exemplo, tudo aquilo que for de experiência que você pode incorporar para potencializar aquele momento especial vai desde um perfume, um item decorativo específico, fotos, enfim, o que a sua imaginação permitir.  

 

A ambientação é responsável por mexer no sentimento e imaginário, para tornar tudo ainda mais especial. Ou seja, ela somente uma parte, diferente da decoração que engloba o todo.

 

O que é: cenografia de eventos?

 

Cenografia é um termo muito comum dentro da arquitetura, bem como no cinema ou em locais de espetáculos. No entanto, ela também faz parte do mundo dos eventos. Sua proposta central é criar uma estrutura exclusiva dentro do ambiente, algo como espaços com móveis e objetos decorativos que tenham afinidade com o tema inicial.

 

Cabe ao cenógrafo ainda trabalhar as projeções de imagens, como uma apresentação de fotos, por exemplo, e toda a iluminação. Em suma, a proposta é tornar um espaço mais interativo, aconchegante e novo, para criar uma experiência única e ainda mais especial para quem está celebrando algo naquela ocasião.



Devo solicitar decoração, ambientação ou cenografia no evento?

 

Você pode ter um ou todos, mas vale ressaltar que o que define o trabalho da decoração, ambientação ou cenografia, é a proposta do evento. Quando trabalham juntas, o efeito é ainda mais especial e potencializa aquela celebração única e já inesquecível. Por isso, vale conversar com o cliente ou vice-versa sobre as possibilidades a serem exploradas.

 

O ideal é que ambos estejam em sintonia e que fique claro o que será feito em qual etapa, qual a proposta e execução.

 

Para gerenciar tudo isso e manter o cliente ciente dos processos, o ideal é contar com ferramentas que possam auxiliar a manter uma plena organização. Por isso, conheça a MeEventos, uma plataforma completa e que oferece a integração de diversas atividades diárias suas em um único espaço, na palma da sua mão. Teste grátis por 15 dias e descubra!

 




Comentários

Mantenha-se atualizado com nossas novidades, ideias e atualizações